Pular para o conteúdo

Experiência de Natal: como vender mais na melhor data do ano?

Faltando uma semana para o Natal, as marcas começam a preparar suas melhores estratégias para atingir o pico de vendas. Essa data comemorativa é a mais atrativa e lucrativa do ano — e sai na frente quem prepara as melhores formas de impactar o cliente nessa época.

O porém nessa história é que esse impacto, é preciso dizer, não é provindo somente de uma necessidade de compra e venda da data. Ele vem quase que inteiro da experiência. Afinal, é ela o grande motor propulsor do espírito de Natal e suas tradições: a experiência de abrir um presente, de montar a árvore de Natal, de se reunir com familiares para realizar essa troca.

Assim, nada mais justo — se é a experiência o principal fator de convencimento — que as marcas encantem e convençam seus clientes a consumir por meio desse mesmo sentimento natalino, não é mesmo?

Para aumentar a experiência e faturar ainda mais na data mais lucrativa do ano, a Consumidor Moderno separou 3 dicas que ajudam a sua marca a vender mais no Natal. Confira:

Invista em uma comunicação

Se o objetivo é converter clientes para vendas produtivas no Natal, é preciso deixar a comunicação e o relacionamento com o consumidor o mais claro possível. Seja pelas redes sociais, WhatsApp ou mesmo por newsletters, trazer as decorações natalinas e as promoções da data faz toda a diferença.

A vontade de consumir já existe. Uma pesquisa realizada pela Shopee mostrou que o cliente médio tem a intenção de
gastar em torno de R$700 com os presentes, e 70% deles devem comprar online. Ou seja: diferencial para o consumidor é encontrar um bom produto em uma experiência de compra fácil e rápida, com um preço razoável.

E a melhor maneira de deixar essa informação clara ao consumidor é por meio da comunicação. Avisar de promoções e processos de venda diferenciados para o Natal pode trazer um faturamento mais lucrativo até o final de 2022.

Traga uma identificação visual de Natal

Natal é reconhecido por suas decorações tradicionais: a árvore, a estrela, as cores — verde, vermelho e dourado —, os bonecos de neve, Papai Noel, renas, trenós etc. Online ou física, decorar a loja com a identidade visual da data ajuda o consumidor a assimilar que aquele espaço já está preparado para a data.

Pode até parecer que não, mas ter essa decoração também faz com que o estabelecimento seja mais atrativo para as compras, porque já engajou nesse espírito de união e felicidade que fazem parte da data. E isso tudo faz parte da promoção de uma experiência almejada pelo cliente.

Outra dica é trazer essa mesma identidade visual para as comunicações com o consumidor. Cartas de Natal ou uma mensagem desejando “boas festas” são opções simples e muito significativas para o cliente brasileiro.

Presenteie para incentivar o consumo

A época do Natal para o comércio é voltada para presentear um ente querido, seja ele amigo, companheiro, colega ou familiar. Em outras palavras: é o presente que incentiva o consumo (e vice-versa).

Reunindo tudo o que aprendemos até aqui, há um jeito de incentivar as compras na loja, trazer identidade visual e puxar uma base maior de clientes pela comunicação: presentear o cliente com descontos e cupons exclusivos.

A maior parte dos estudos já revelou que boa parte dos brasileiros fará a compra dos presente de Natal ou de maneira híbrida ou via internet. E os cupons, nesse ponto, podem ser bastante democráticos com ambas as modalidades.

Com uma identidade voltada para presente e uma promoção única, as chances de aumentar o índice de satisfação — e também o lucro — nessa data ficam ainda mais ambiciosas.

Fonte: kompi

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − 9 =